+

Vida De Mãe | Teste Da Orelhinha E Sua Importância

Vida De Mãe | Teste Da Orelhinha E Sua Importância

Fechar
, , , ,
Menu

Vida De Mãe | Teste Da Orelhinha E Sua Importância

Vida De Mãe | Teste Da Orelhinha E Sua Importância

Vida De Mãe | Teste Da Orelhinha E Sua Importância

Oi gente, tudo bem com vocês?

O teste da orelhinha é um teste obrigatório por lei e deve ser feito na maternidade, logo nos primeiros dias de vida para avaliar a audição e descobrir de forma precoce algum grau de surdez no bebê.

O que é o Teste da Orelhinha? Para que serve?

O bebê já ouve a partir do 5º mês na barriga da mamãe, através da audição que o bebê começa a desenvolver a fala, qualquer perda mesmo que pequena, impede o bebê de receber as informações de sons que são super importantes para a fala.

Vida De Mãe | Teste Da Orelhinha E Sua Importância Post

Vida De Mãe | Teste Da Orelhinha E Sua Importância Post


Como é feito o Teste da Orelhinha?

O exame é feito nos primeiros dias de vida do bebê e consiste na colocação de um aparelhinhona orelha do bebê que vai emitir sons de baixa intensidade e recolhe as resposta que a orelha interna produz. Se o teste detectar algums problema, o bebê é encaminhado para um otorrinolaringologista que irá orientar a melhor forma de tratamento

Vida De Mãe | Teste Da Orelhinha E Sua Importância Máquina

Vida De Mãe | Teste Da Orelhinha E Sua Importância Máquina


Quem precisa fazer o Teste da Orelhinha?

Conforme orientação do Ministério da Saúde todos os bebês que nascem em hospital precisa realizar esse teste que também é chamado de Triagem Auditiva

Vida De Mãe | Teste Da Orelhinha E Sua Importância Blog

Vida De Mãe | Teste Da Orelhinha E Sua Importância Blog


Quais os bebês que correm riscos do teste dar alterado?

O bebê que tem um maior risco de ter o teste de orelhinha alterado são aqueles que:

  • Nasceram prematuros, antes das 38 semanas de gestação;
  • Apresentam algum caso de surdez na família;
  • Ficaram mais de 5 dias internados na UTI ou que ficaram internados e precisam de respirar com a ajuda de aparelhos, tomaram antibióticos, diuréticos ou aminoglicodídeos;
  • Nasceram com menos de 1,5kg;
  • Apresentam alguma síndrome como Waardenburg, Alport, Pendred ou alteração como o lábio leporino;
  • Quando a mãe teve alguma infeçcão durante a gravidez como toxoplasmose, rubéola, citomegalovírus, herpes, sífilis ou HIV;
  • Em caso de mal formação envolvendo a orelha ou ossos da face;
  • Se o bebê teve alguma das doenças ao nascer: citomegalovírus, herpes, sarampo, varicela e meningite;
  • Se o bebê sofreu traumatismo craniano;
  • Se o bebê faz quimioterapia.

O teste deve ser realizado nas duas orelhas e pode ser repetido após 30 dias.

Beijinhus

Comentários